quarta-feira, 28 de março de 2012

Linhaça

Considerada uma aliada contra diversos males, a linhaça chamou a atenção devido a benefícios comprovados que vão desde auxílio no emagrecimento, alívio dos sintomas da menopausa, além de prevenção de tumores. Os principais responsáveis por estes efeitos benéficos, são as fibras, e pela gordura poliinsaturada que apresenta em sua composição (os ômegas), que faz com que o coração bata mais saudável. Veja as dicas e informações importantes que o Bistrô Reservou para você, querido Leitor!


Alivia os Sintomas da Menopausa
Bem, em suma, a linhaça tem os seguintes benefícios:

Fortalece o sistema imune

Afasta tumores de próstata, mama e cólon

Reduz o Apetite
Protege as artérias, neurônios e sistema
nervoso de uma forma geral



Ajuda a controlar o Diabetes
Facilita o bom funcionamento
Intestinal

As lignanas (fibras presentes na linhaça) exercem a função de hormônios, como o estrógeno (que diminuem seus níveis com a menopausa).

O ácido linolênico ( ômega – 3), age diminuindo os níveis de colesterol e glicose no sangue.
A linhaça também estimula a produção de um hormônio capaz de controlar o apetite.

Cada 100g de linhaça (13 col.(Sopa)) contém 366 kcal.

E para que você tenha todos os benefícios desse “superalimento”, basta ingerir 30g de linhaça por dia (equivalente a 4 colheres de sopa de farinha de linhaça).

Você pode consumir a linhaça em forma de semente, farinha e óleo.
A primeira, você terá que mastigar e triturar bem, para que de dentro dela, saiam todos os nutrientes importantes.
A farinha é a forma mais prática de consumir a linhaça, pois você pode adicionar em sucos, vitaminas, frutas, e iogurte, ou mesmo no seu prato, nas refeições principais.
No óleo, há maior concentração da gordura benéfica, mas não contém as fibras.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:
 Lembre-se de que a gordura presente dentro da semente da linhaça, quando em contato com o oxigênio e luz, se oxida, ou seja, perde sua eficácia e função. Portanto, se você comprar a farinha pronta, certifique-se de que a embalagem esteja fechada, e que seja escura, e que o produto não esteja exposto á luz, para que suas propriedades estejam conservadas. 

Agora, se você prefere fazer sua própria farinha em casa, lá vai a dica Express do bistrô:

Faça de pouco em pouco para ter a linhaça sempre fresca
Despeje a semente de linhaça (mais ou menos 100g ) no copo do liquidificador ou processador, e bata bastante até que se obtenha uma farinha homogênea. Imediatamente, despeje a farinha num recipiente escuro ou uma lata (para garantir que não entre luz) E armazene esse recipiente dentro da geladeira ou freezer (para que a gordura não oxide com o calor) Pronto!! Você terá sua farinha de linhaça com suas propriedades conservadas!


Linhaça Dourada ou Marrom?? Qual consumir?? Eis a Questão!!!
Ao contrário do que se pensa, não há tanta diferença assim entre a linhaça dourada e a marrom, a não ser sua cor. E o que difere a cor de uma e de outra é apenas sua pigmentação, que vem á partir das condições de cultivo. Como a linhaça dourada é mais abundante nos países do Norte, as primeiras, e a maioria das, pesquisas foram feitas com linhaça dourada!
A seguir, uma tabela do Conselho Canadense de Linhaça, com a comparação entre as duas linhaças em relação á sua composição centesimal:

Observem que em todos os itens (proteína, gorduras totais, gorduras saturadas, mono e poliinsaturadas) não há muita diferença. E um dado interessante: Na linhaça marrom há mais Ácido α-linolênico (metabólito final do W-3) do que na dourada!  Ou seja! Desmistificamos o tabu de que a linhaça dourada é melhor do que a marrom!...Ufa!!... E tem mais! A linhaça marrom é bem mais em conta!
E lembrem-se: Não torrem a semente de linhaça para consumir! Se torrar, ela perderá todas as suas propriedades!...#FICADICA 

Na nossa aba Receitas, você encontrará duas receitas muito interessantes usando a linhaça:
Clique nas figuras e será automaticamente direcionado á Receita.
óleo de linhaça caseiro

como substituir o ovo da receita por linhaça


Referências utilizadas:

Oliveira, Lúcia Helena, Oliveira Fábio de. Guia de Nutrição – Revista Saúde é Vital: Editora Abril: São Paulo, 2010.
Trucom, Conceição. A importãncia da Linhaça na Saúde. Editora Alaúde: São Paulo, 2006.


Se você deseja receber as newsletters do Bistrô, mande seus dados (nome, e-mail e profissão) para:
 bistrosaude@hotmail.com
ou cadastre-se ao lado para receber nossos posts no seu email
Ou visite no perfil no Facebook ou Twitter: 
               

Texto Elaborado por : 
Ana Carolina Assad - Nutricionista - CRN3: 27893
Ticiane Gonçalez Bovi - Nutricionista - CRN3: 27299